O Amor pela minha filha Luísa!

"Corajosa e Lutadora, tem uma grande necessidade de se sentir aprovada e de agradar a todos. Com estranhos é inibida, mas quando tem confiança é bastante comunicativa. Pode ser arisca e rebelde, mas apaixona-se com facilidade e esforça-se para ter uma relação estável e duradoura, apresentamos ao mundo a nossa filha Luísa".



Total de Visitas do Blog

terça-feira, 23 de novembro de 2010

O meu bebê já fala "bebenêz"!

Nossa, como é espetacular o desenvolvimento da nossa pequena Luísa, a impressão que temos é que da noite para o dia ela se transforma..simplesmente incrível!

A Luísa está como 4 meses e 10 dias e já está falando como nunca...isto mesmo, ela se comunica com tudo e todos, a coisa mais fanstástica de acompanhar. Quando conversamos, ela já responde com vários sons, como: ehhh, ahhh, ohhh, ouu, aiaia, eiii, papa, bae e outros mais que não consigo reproduzir aqui, afinal esta é uma tarefa difícil, rs. Na presença dos brinquedos dela, fica horas conversando a linguagem "bebenêz", isto mesmo, esta é a famosa linguagem dos bebês, porque eles se comunicam perfeitamente e nós adultos ficamos babando e loucos para entrar na conversa, não é mesmo?


Outro fato curioso são os "gritinhos" que a minha pequena Luísa já está soltando, ela começa a conversar e como se falasse "Chega! Cansei de brincar com estes brinquedos"!, " Mamãe, quero ir para outro lugar, fazer outra coisa"! ou até mesmo "Olha amiguinho, eu já sei falar"! Que fase interessante que estou tendo a oportunidade de passar junto com minha filhota, fico horas escutando ela e é claro que sempre entro na conversa, um momento divertidíssimo e único para nós duas!

É importante sempre doarmos o nosso tempo precioso para participar com os nossos bebês desta fase tão especial e linda que eles estão passando, cada murmurinho, gritinho ou "bebebêz" que seja, é fundamental para o desenvolvimento destes nossos tesouros, e nós mamães e papais temos um papel fundamental para que eles tenham plena liberdade de expor os seus sons, gemidos e sorrisos!

A Luísa está cada dia mais nos surpreendendo e nos ensinando muito também, e agora temos que lembrar que ela sempre terá vários amiguinhos e que eles batem papo o dia todo..rs..assim não nos assustamos com tantas conversinhas..rs.

Aposto que você mamãe e papai também está curtindo muito esta fase, não é? Pois curta mesmo, passa rápido demais, eu já estou com saudades...heheheh!

Aproveite cada momento com o seu bebê, quando menos esperar, tudo já passou e restará apenas as lembranças de uma infância bem vivida ao lado de quem ele ama muito...Você!
Abraços e até a próxima!

sábado, 20 de novembro de 2010

Quando a febre do seu bebê deve ser sinal de preocupação?

Olá mamães e papais, hoje a nossa Luísa foi visitar o seu pediatra em mais uma consulta mensal, e para a nossa felicidade ela está pesando 6.040Kg e medindo 62cm, como cresceu a nossa princesa!

Esta semana levamos um susto com a nossa pequena Luísa, que após tomar a segunda dose da vacina Tetra, começou a ficar enjoadinha e no final da noite começou a ter febre. A princípio não nos preocupamos muito, porque sabíamos que 37.5 de febre ainda é considerado uma temperatura normal, mas quando percebemos que ela estava com 38.5 de febre desesperamos e logo lembramos das orientações do Dr. Roberto, de dar as gotinhas do Tylenol bebê, mas não podíamos imaginar que ela não iria aceitar o remédio e consequentemente não iríamos conseguir, sozinhos, abaixar sua febre. Enfim, não nos restava nada a não ser levarmos ela no hospital, e foi exatamente isto que fizemos. Chegando lá, nossa Luísa tomou uma injeção de Dipirona,  o que controlou a sua febre e nos deixou bem mais tranquilos.

Contando este acontecimento para o Dr. Roberto, hoje na consulta da Luísa, fomos surpreendidos por suas palavras, que nos disse que não precisaríamos ter nos preocupado desta maneira com a reação da vacina, afinal quando a criança tem febre, significa que o seu organismo está reagindo bem as adversidades e isto é muito bom! Nossa, a princípio não entendi nada, achei o que Dr. Roberto estava brincando conosco, mas logo compreendi suas palavras e, para nos exemplificar o que estava querendo nos dizer, fez uma escala sobre os valores que devem ser considerados quando o assunto é Febre, conforme apresentado abaixo:
  • Febre leve a moderada = 37.5 a 38.5
  • Febre moderada a alta = 38.5 a 39.5
  • Febre alta a altíssima = acima de 39.5
É claro que toda e qualquer alteração no corpo do nosso bebê deve ser observado e tomado as devidas providências, mas é importante estarmos esclarecidos para não nos precipitarmos. Existem alguns médicos naturalistas que acham que a febre é necessária para que o corpo do nosso bebê crie resistência e consiga reagir cada vez mais as adversidades do ambiente, bem eu respeito as opiniões destes especialistas, mas não me peça para concordar com estas teorias de forma tão natural assim, afinal eu sou mãe, e ver a minha bebê quentinha, enjoadinha me deixa enlouquecida e acredito que tanto a minha vontade quanto a de qualquer mamãe e papai é que tudo volte a normalidade o mais rápido possível, não é mesmo? 

Até a próxima!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Passeando de carro com o seu bebê..que cuidados devo ter?

Caras mamães, quando o assunto é levar o nosso bebê para passear de carro muitas dúvidas e inseguranças nos são apresentadas, isto porque, tememos a enorme violência no trânsito, que a cada dia está maior, porém o que costumo dizer as minhas amigas mamães é que, a vida precisa ser vivida e não podemos nos privar e principalmente, privar os nossos filhos de estarem ao nosso lado, passearem, conhecerem lugares e pessoas novas.


Confesso que com a nossa pequena Luísa, no início eu sentia muita insegurança de andar sozinha com ela no carro, porém com o tempo percebi que, seguindo alguns cuidados essenciais, o passeio pode sim acontecer, de forma muito divertida e segura, ela é sem dúvida a minha companheira para todas as horas e quando ela descobre que vai passear, fica super feliz.
Acompanhem as dicas abaixo que utilizo com a minha filhota e vem funcionando muito bem:

  1. Compre um bebê conforto apropriado para o peso e tamanho do seu bebê. ( Uma dica: se tiver a oportunidade de comprar no exterior, irá pagar muito menos e ter um produto de ótima qualidade).
  2. Siga as instruções para colocar o suporte do bebê conforto no seu carro, de maneira que ele fique bem firme e seguro.
  3. É muito importante que o cinto de segurança fique bem preso ao seu bebê, todo cuidado é pouco!
  4. O bebê conforto é apropriado para recém nascidos e bebês de até 13Kg, que são mais reclinados e devem ser colocados no carro de costas para o banco da frente do motorista.
  5. Outra dica fundamental, é colocar um retrovisor para que se possa ver o bebê enquanto se dirige, desta maneira, nós mamães e papais ficamos muito mais tranquilos e conseguimos acompanhar como está o nosso bebê durante o passeio de carro.
  6. Preste atenção se o seu bebê está pegando sol vindo da janela, para previnir, proteja a janela com um pano ou uma cortina antes do passeio de carro começar.
  7. Deixe o seu bebê com algum brinquedinho que ele goste, isto ajudará a distraí-lo durante o passeio de carro.
  8. Se você gostar de ouvir uma música, sugiro deixar o volume baixo, de maneira a conseguir escutar o seu bebê.
  9. Cante, converse, fale com o seu bebê, é importante ele saber que vocês estão juntos em um passeio muito gostoso e divertido.
  10. Normalmente, o bebê dorme quando está dentro do carro em movimento, mas se isto não acontencer, não se preocupe, a medida que o seu bebê vai crescendo, ele vai interagindo mais e mais com o mundo, e vai querer olhar tudo ao seu redor.
  11. Antes de sair para passear com o seu bebê, dê a comidinha dele, assim ele ficará bem tranquilo e sem fome.
  12. Ao chegar ao destino com o seu bebê, observe bem ao redor para ver se o lugar está seguro, não existe ninguém suspeito..não dê bobeira, lembre-se que você está com o seu maior tesouro.
  13. Se o bebê estiver dormindo quando chegarem ao destino, retire-o do carro ainda no bebê conforto e coloque-o no carrinho de bebê, assim o bebê continuará bem tranquilo e a sua sonequinha não será interrompida.
Bem, estas são as minhas dicas para se passear com o seu bebê com tranquilidade e segurança, eu e a minha pequena Luísa passeamos muito e ela é a minha companheira de todas as horas.

Depois que nos tornamos mães, nunca mais nos sentimos sozinhas.

sábado, 13 de novembro de 2010

As mamães e as mudanças de feições ao falar com o seu bebê.

Por que será que nós mamães mudamos de feição, ou seja, fazemos caras e bocas, ao falarmos com o nosso bebê? Já perceberam que quando vamos dar bom dia ao nosso bebê, chegamos perto dele, e com um sorriso enorme, falamos: Bom Dia!, ou quando vemos o nosso bebê chorar, chegamos perto dele e com uma carinha de compaixão, dissemos: Ohh..porque você está chorando? O que você quer? Todas estas mudanças de expressões são explicadas pela nossa velha conhecida psicologia, que comprova que nós mamães, utilizamos intuitivamente, algumas expressões para interagir com os nossos bebês, ajudando e muito no seu desenvolvimento.
Seguindo esta linha da psicologia, foram feitos alguns estudos que comprovaram que três são as expressões utilizadas pelas mamães para se comunicarem com os seus bebês, são elas:

  1. Expressão da compaixão: Quando as mamães procuram demonstrar que se preocupam com o bebê, visando dar-lhe segurança e demonstrar amor. Esta expressão normalmente vem acompanhada de um olhar caído, e um ohh..o que você tem?
  2. Expressão da surpresa: Quando as mamães procuram demonstrar orgulho e surpresa, vem acompanhada dos olhos bastante abertos, as sombrancelhas elevadas e a boca com um enorme sorriso, como por exemplo: Parabéns! Você conseguiu!
  3. Expressão do amor: Quando as mamães procuram demonstrar o enorme amor que sente por seu bebê, acompanha um sorriso doce, sincero e muitas palavras de carinho.
A cada dia que passa me pergunto como é maravilhoso acompanhar as fases da minha pequena Luísa e logo as minhas fases também, afinal, nós mamães, somos capazes de nos modificar infinitas vezes, para nos comunicar com os nossos bebês, nós nos "enculturamos" para podermos estar cada dia mais próximas e suprir todas as necessidades, pedidos, anseios dos nossos tesouros.

Estou aprendendo a cada dia a aprender mais!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Ajudando no desenvolvimento do seu bebê..Fantástico!

Queridas mamães e papais, o tempo está passando mais rápido do que nunca e a nossa Luísa já está com 3 meses e meio. O seu desenvolvimento está tão rápido e espetacular que fica difícil de descrever passo a passo aqui no blog, mas sempre que puder deixarei as dicas para você que está vivendo está fase tão maravilhosa do seu bebê como nós...o descobrimento do corpinho e dos sentidos do seu bebê.

Semana passada estávamos brincando com a Luísa, até então tudo estava como antes, até que a colocamos no nosso colo deitadinha e ai veio a surpresa ela segurou a nossa mão bem forte e forçou até conseguir se sentar..nossa..ficamos encantados, a nossa pequenininha estava, sozinha, tendo força para começar a se sentar...Fantástico, a partir deste momento, começamos a ajudá-la mais e mais no seu desenvolvimento, o que precisa ser feito com muita paciência e carinho, para que o seu bebê não se machuque. Segue abaixo algumas dicas para ajudar no desenvolvimento do seu bebê:

  • Coloque o seu bebê na sua perna deitadinho, virado para você, segure bem firme as suas mãos e deixe com que ele se esforce para se levantar, assim que ele fizer, tente manter o seu equilibrio, mas deixe o bebê descansar também...faça pequenas pausas, não deixe ele se irritar, se isto ocorrer, pare o exercício.
  • Outra dica é colocar uma almofada e encostar o seu bebê nela, deixe-o solto, mas fique atenta, segure suas mãos novamente e deixe com que ele se exercite, quando ele for perdendo as forças, encoste-o na almofada, espere um pouco e retorne o exercício.
  • Coloque um tapete colorido, ou um paninho do seu bebê, e coloque-o de bruços, apoie os seus bracinhos e deixe uns brinquedinhos espalhados, isso ajuda a desenvolver os sentidos do seu bebê, ele irá se esforçar para conseguir pegar os brinquedinhos e logo estará engatinhando, mas cuidado, estes exercícios devem ser bem rápidos, afinal o bebê está começando o seu desenvolvimento do seu corpinho, não o force, ele deve estar feliz e gostando dos exercícios.

Estamos maravilhados com a nossa Luísa morrendo de vontade de se sentar, engatinhar e andar..e ela como é bem precoce, sem dúvida irá nos surpreender logo logo..rs.

Abraços e até a próxima dica! Caso queiram que eu poste alguma matéria interessante, envie email: karlaconstantino@gmail.com