O Amor pela minha filha Luísa!

"Corajosa e Lutadora, tem uma grande necessidade de se sentir aprovada e de agradar a todos. Com estranhos é inibida, mas quando tem confiança é bastante comunicativa. Pode ser arisca e rebelde, mas apaixona-se com facilidade e esforça-se para ter uma relação estável e duradoura, apresentamos ao mundo a nossa filha Luísa".



Total de Visitas do Blog

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Adoro ver Televisão..qual é a programação?

Estes bebês são umas figurinhas mesmo, né? A Luísa desde que começou a enxergar, já ficava de olho na televisão e a sua programação preferida sempre foi o Jornal Nacional. Na hora de mamar, ela mamava um pouquinho e já se virava para ver a televisão, até parecia que estava entendendo tudinho..rs.
Com o passar dos meses, percebi que o gosto dela pela televisão só aumentava e resolvi colocá-la para assistir desenhos e adivinhem? Ela assistia um pouquinho e já não achava graça, mas se começasse o jornal, pronto, toda a sua concentração se voltaria para a tv novamente. O porque disto? Talvez porque o jornal tem mais movimento, ou será que ela já está se interessando por notícias do mundo? Apesas da sua preferência pela programação do jornal, nunca desisti de incentivá-la a assistir desenhos animados, e como diz o ditado: "Água mole e pedra dura, tanto bate até que fura", um certo dia coloquei ela no seu carrinho e liguei no desenho animado, e para minha surpresa, ela se concentrou e ficou um bom tempo assistindo e até soltou algumas boas gargalhadas.


Um pouco antes da Luísa completar 6 meses de vida, observei que o seu desenvolvimento estava mais voltado para os seus brinquedos, música, movimentos e não mais o jornal na televisão. Então comecei a colocar algumas musiquinhas infantis para tocar, enquanto ela brincava, mas eu ainda sentia falta de música com dança, assim, ela poderia escutar, ver e acompanhar os movimentos ao mesmo tempo, de uma forma bem divertida. Estava disposta a comprar alguns DVDs de músicas infantis para ela, mas qual? Andei por algumas lojas de música, mas nada me agradava, queria algo colorido, divertido, musical e que fosse ao mesmo tempo educativo. Entrei em uma livraria e perguntei para a vendedora o que ela me indicaria, e a sua indicação foi os DVDs da Galinha Pintadinha 1 e 2, e os DVDs da Xuxa só para Baixinhos. Confesso que adorei a dica do DVD da Galinha Pintadinha, mas os da Xuxa, fiquei com receio, por já ter ouvido pessoas falarem mal,  mas resolvi levar e ver o que a minha pequena Luísa acharia.

Ao chegar em casa, coloquei o DVD da Xuxa para rodar, a Luísa estava sentadinha brincando, e quando começou a música, ela se virou rapidamente para a televisão e soltou uma bela gargalhada, e a cada musiquinha tocada, ela pulava de alegria, como se estivesse dançando junto, uma farra. E o que eu pude concluir é que ela gostou e muito da novidade, ainda hoje é sagrado colocar o DVD da Xuxa sempre que ela está brincando, ela gosta tanto que comprei a coleção todinha. Os DVDs da Galinha Pintadinha 1 e 2, ela também adora, e acompanha as musiquinhas e as coreografias bem concentrada. E posso dizer sem dúvidas, todos os DVDs citados acima são excelentes, divertidos, coloridos e bastante educativos.

Vale lembrar que colocar o bebê para assistir televisão é importante porque desenvolve a sua comunicação, bem como os sentidos da audição, visão e fala, mas temos que prestar muita atenção para não os deixar muito tempo na frente da tv, a minha sugestão, e a que eu utilizo com a minha pequena Luísa, é estipular um tempo para ver os DVDs, e depois, levar o bebê para fazer outras atividades, como passear, tomar banho, brincar ao ar livre...

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Eu quero é brincar!

É impressionante, mas 6 meses de vida da minha pequena Luísa já chegaram e com eles muitas novidades, transformações e emoções.
Agora o lema dela é BRINCAR, uma fase inacreditável, aonde os nossos pequenos querem conquistar o mundo em um único dia, e tudo o que observam é transformado em brincadeira, fantasia e principalmente, muita diversão.
A Luísa se encanta por tudo o que vê, televisão, pessoas, brinquedos, mas dentre tantas coisas descobertas com o seu olhar curioso, ela tem uma paixão especial por seus dois cachorrinhos, o Brown e a Malhada, nossa, só de escutá-los latir, ela pira, e solta a gargalhada mais gostosa deste mundo.E os cachorrinhos retribuem todo o carinho, deixando ela pintar e bordar com eles. Ela passa as mãozinhas neles, deixa-os lamber os seus pezinhos, faz upa upa cavalinho..rs e adora puxar as orelhinhas deles...uma festa total. Ás vezes passamos o dia inteiro com ela fazendo bagunça com os seus animais de estimação.



O importante nesta fase é que deixemos os nossos bebês se desenvolverem brincando muito, afinal, agora é o momento em que eles se encatam com tudo , parecem uns espoletinhas com tanta energia que possuem e tudo é motivo para darem boas gargalhadas, como por exemplo:
  • Na hora do banho, batem na água com o objetivo de brincar!
  • Na hora de comer, mexem em tudo que está ao seu alcance, e dar a papinha se torna uma longa brincadeira.
  • Na hora de passear, trocar a roupinha e colocar no bebê conforto é mais um momento de brincar.


E nós mamães precisamos entrar na onda da brincadeira com eles, isto mesmo, é muito importante que participemos destes momentos de desenvolvimento dos nossos bebês, aonde eles estão descobrindo uma porção de coisas novas, emoções, cheiros, gostos, sensações.e aos poucos vão realizando vontades antes escondidas no interior de suas almas.
Brincar, brincar e brincar quem nunca foi um bebê com vontade para se divertir com tudo? E não pensem que bebês não tem a percepção do que são as brincadeiras, pelo contrário, tudo o que os fazem felizes, eles entendem que são brincadeiras e desta forma vão se desenvolvendo querendo mais e mais.

Eu tenho orgulho de dizer que eu amo brincar com a minha filhota, brinco sem medo de ser feliz e a cada sorriso e pulinhos de alegria que ela me dá, eu tenho certeza que estou indo pelo caminho certo, apresentando a ela, a cada dia, uma nova forma de brincar e ser feliz.

Lembre-se que tudo tem o seu momento para acontecer, e os nossos bebês estão passando rapidamente por uma fase espetacular, onde eles se descobrem, descobrem o mundo e tem desejo por descobrir sempre mais e mais, então não vamos decepcioná-los, não é mesmo?

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Ensinando o seu bebê a se sentar!

Caramba, como cada dia do desenvolvimento dos nossos bebês é esperado por todas nós mamães, não é? Afinal, ficamos ansiosas para vê-los realizando tarefas que sabemos que, mais cedo ou mais tarde, eles irão realizar.

Com a minha pequena Luísa o sentimento não é diferente, fico louca de vontade para vê-la fazendo de tudo..rs..mas sei que preciso ter paciência e incentivá-la, aos poucos, no seu desenvolvimento, e assim o faço. Com esta filosofia, desde que a Luísa completou 4 meses, eu faço pequenos exercícios com ela, com o objetivo de ajudar no desenvolvimento do seu corpinho, mas tudo com muito cuidado e respeitando o seu tempo. E com o passar dos dias, observei algumas transformações no seu desenvolvimento, dentre eles que ela já se virava sozinha para ficar de bruços quando colocada deitada, já tentava se levantar, pegava os objetos com as duas mãozinhas e arremessáva-os, enfim, sem contar com as inúmeras palavras na língua bebenêz..rs..uma farra total. 
Um pouco antes da Luísa completar 6 meses de vida, percebi que alguma mudança surpreendente estaria para acontecer, e brincando com ela no seu tapete colorido e com os seus brinquedinhos, reparei que ela não queria mais ficar deitada, nossa, era só colocá-la deitadinha que reclamava e quando eu a puxava pelas suas mãozinhas, ela se impulsionava toda para fica sentadinha e abria um enorme sorriso, isto mesmo, a minha pequena havia descoberto a magia de ver os seus brinquedos de cima para baixo, agora sentada. 
Com esta percepção, comecei a colocá-la sentada entre as minhas pernas na hora de brincar, desta forma, ela ficava livre para se mexer e pegar os seus brinquedos e ao mesmo tempo segura caso se desequilibrasse e caísse.
Gente, não tenho palavras, FANTÁSTICO, ela foi indo, caindo para um lado, se apoiando do outro, e em menos de uma semana, ela estava sentando sozinha! É claro que ela acabou de aprender a se sentar, e ficar equilibrada ainda exige algum esforço, mas já está curtindo o fato de estar crescida e cada vez mais dona do seu próprio narizinho.
Desse dia em diante, sempre a deixo sentadinha para brincar, e ela vibra com esta etapa, quase toda vencida. Ainda coloco algumas almofadas ao seu redor para protegê-la, porque algumas vezes ela se desequilibra e tomba em direção ao chão.
Muitas mamães devem estar se perguntando: "Qual foi o segredo para conseguir fazer ela se sentar aos 6 meses?", e a resposta eu dou apresentando algumas etapas que segui e sigo com a minha filhota, acompanhem:
  1. Respeite o tempo de desenvolvimento do seu bebê.
  2. Incentive-o com exercícios de fortalecimento da musculatura, equilibrio e mente, como por exemplo:
    1. Coloque-o de bruços na cama e deixe um brinquedinho ao seu alcance.
    2. Encoste-o em uma almofada, segure as suas mãozinhas e deixe-o se implusionar para frente.
    3. Coloque-o de barriguinha para cima em um superfície reta, e chame a sua atenção;
    4. Coloque-o sentado (repare se a coluna dele já esta retinha, não force), no meio das suas pernas e deixe-o brincar.
    5. Com ele ainda sentado, posicione alguns brinquedos um pouco distante das suas mãozinhas e deixe-o tentar buscá-los.
  3. Deixe-o a vontade para que o seu desenvolvimento seja o mais natural possível, mas fique atenta!
  4. Caso o seu bebê se desequilibre, olhe se está tudo bem, e permita que ele continue brincando, de forma a evitar traumas.
  5. Seja paciente.
  6. Vibre a cada etapa vencida, por menor que ela seja, o seu bebê entenderá que aquilo foi uma vitória e e estará disposto a alcançar novas metas.
  7. Dedique um tempo integralmente ao seu bebê, nada mais importa naquele momento, o seu bebê perceberá a sua dedicação.
Bem, as etapas acima ajudaram e ajudam a minha pequena Luísa a se desenvolver mais e mais, sempre lembrando que cada bebê é único e com o tempo de desenvolvimento distinto. O segredo para mim é fazer tudo com muito amor e dedicação, quando menos esperarmos, eles estarão crescidos e seguindo a suas vidas, que nós ajudamos a construir.

Até as próximas dicas!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Como fazer o seu bebê dormir a noite toda?

Este tema mexe com o soninho de muitas mamães, não é mesmo? Afinal, todas nós desejamos que os nossos bebês cresçam e se desenvolvam com muita saúde e alegria, mas para conseguir isto é necessário que os nossos bebês durmam uma bela noite de sono, e que durante o dia, tirem a sua sonequinha tão importante para o seu crescimento. Mas o que muitas mamães não sabem e se desesperam, é como conseguir que o seu bebê durma a noite todinha?

A minha pequena Luísa, desde os seus primeiros dias de vida, sempre dormiu super bem, e para que eu conseguisse esta façanha, segui algumas etapas, que aplico até os dias de hoje, vejam abaixo:
  • De 0 a 2 meses
    • Durante o dia e a noite, o leite materno era dado sempre, respeitando o tempo de 3 em 3 horas, mas quando percebia que ela queria mamar antes ou depois do tempo estabelecido, também oferecia o peito. O bebê precisa estar bem alimentado para dormir melhor.
    • Após cada mamada, a colocava para arrotar, se dormisse mamando, substituia o peito pela chupeta e a colocava no berço, ou tirava ela do peito e a colocava no seu bercinho sem a chupeta mesmo, com uma musiquinha bem tranquila. A idéia é que o bebê sempre associe que, após a mamada, deve-se tirar uma sonequinha, nem que seja por 10 minutinhos.
  • De 3 a 4 meses
    • Durante o dia, a Luísa já não dormia mais mamando. Após a mamada, eu a colocava para tirar uma sonequinha, após aproximadamente 30 minutos de soneca, ela estava zerada para brincar e se desenvolver. A sonequinha durante o dia vitaliza a energia dos nossos bebês e evita o mau humor.
    • Durante a noite, sempre estipulei que a hora limite para dormir seria as 21:00h, desta forma, todos os dias, após o banho,  ela mamava e já sabia que era hora de dormir. O seu soninho já se estendia por 8 horas durante a noite. Estimular a hora de dormir, é ensinar o seu bebê a ter limites e diciplina desde pequeno.
  • A partir dos 4 meses até os dias de hoje
    • A rotina da Luísa já está bem estabelecida e entendida por ela. Os imprevistos ocorrem, mas o que vale é a rotina que ela já conheçe e respeita.
    • Ela ainda mama, mas a alimentação sólida já faz parte da sua vida. Quando o bebê começa a se alimentar com outros alimentos, o sono passa a ser mais duradouro, afinal, ele precisa fazer a digestão e é a nossa missão incentivá-los a tirar uma soneca.
    • Tudo tem hora para começar e terminar, assim, ela entende que é hora de brincar, mamar, comer, passear e, especialmente, dormir. Dormir e coçar é só começar..rs.
    • O ritual do sono é sempre o mesmo, coloco a Luísa para dormir, rezo com ela e pronto, a deixo no berço, e em pouco tempo ela pega no sono e já dorme 10 horas durante a noite. Depois de um dia cheio de brincadeiras, passeios, comidinha, musiquinha, o corpo e a mente do bebê pede por um descanço.
Bom, estes são os "truques" que utilizo com a minha filhota desde que ela nasceu e que vem dando ótimos resultados. Ela é super diciplinada e compreende o quanto o soninho é importante para o seu desenvolvimento e também sabe que ao amanhecer, ela terá todas as suas energias recuperadas para um maravilhoso dia de muita diversão! Espero que estes "truques" ajudem vocês também a fazer com que o seu bebê tenha uma excelente noite de sono. Abraços e até a próxima.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Preparando a comidinha do seu bebê!

Olá mamães, depois de alguns pedidos de outras mamães, preparei algumas receitinhas que estou utilizando para preparar a comidinha da minha filhota Luísa. É muito importante que nós mamães cuidemos da alimentação dos nossos bebês pessoalmente, ou se isto não for possível, que posssamos orientar e acompanhar de perto, as pessoas que estarão responsáveis por esta grande e tão importante missão.

Deixemos a preguiça de lado e pensemos que, o que estamos fazendo hoje pelos nossos bebês, é o que tornará eles as crianças saudáveis e fortes de amanhã.
A minha pequena Luísa começou a comer comidinha desde o mês passado, com 5 meses, e sem dúvida, muita coisa mudou, precisei me organizar melhor e deixar a rotina dela ainda mais precisa. Com 1 semana da nova rotina, eu e a Luisa já estávamos adaptadas e tudo ficou mais fácil e tranquilo.
Acompanhem abaixo as receitas das papinhas que preparo para a minha pequena Luísa, bem como as dicas de como conseguir adaptar os nossos bebês a nova rotina:


Receitas das papinhas da Luísa
  • Faço as compras das frutas, verduras e legumes por semana, assim, sempre a papinha estará bem fresquinha.
  • Cada dia da semana coloco uma frutinha diferente para ela experimentar, ou misturo uma com a outra.
  • O suquinho é preparado na hora, assim, fica sempre fresquinho e bem gostoso.
  • Tanto para o almoço e jantar, coloco legumes e verduras de cores diversas, assim, ela sempre estará comendo todas as vitaminas necessárias.
  • Vale sempre diversificar a comidinha, isto é, sempre colocar um legume ou verdura diferente, lembre-se que os nossos bebês não conhecem gosto de nada ainda, e é nossa responsabilidade apresentar para eles vários sabores.
  • Evite colocar sal na alimentação do bebê.
  • Faça a comidinha do seu bebê com temperos naturais, como cebola, alho, salsinha, cebolhinha.
  • Se o pediatra do seu bebê já tiver liberado, insira arroz, feijão, macarrão na papinha dele.
  • Para fazer os suquinhos, utilize frutas que possuem açucar natural, como por exemplo, laranja lima, melancia, melão e vale fazer misturas como laranja lima e mamão, fica uma delícia.
  • Esquente a papinha em banho maria.
  • Coloque 1 colher de chá de azeite de oliva na papinha do seu bebê quando ele for comer, isto ajuda na digestão.
  • Se estiver em algum lugar que não consiga esquentar a papinha do seu bebê, dê de forma natural mesmo, apenas lembre-se de guardar em uma bolsa térmica.
  • Ofereça as papinhas no pratinho próprio do seu bebê e coloque ele sentado, assim, ele associará que é hora de comer.
  • Seguindo as receitas acima, segue a rotina das papinhas da Luísa
    • Ás 7:00 da manhã, depois que ela acorda, eu dou o mamá para ela.
    • Ás 10:00, dou uma frutinha com suco. (banana com suco de laranja lima)
    • Ás 12:00 dou o almoço, misturando as verduras e legumes, e logo após o suquinho. (beterraba, cenoura, batata doce, chuchu, feijão, macarrão..etc)
    • Ás 15:00, dou outra frutinha e suquinho. (mamão com suco de melancia)
    • Ás 18:00, dou a janta. (pode ser feita com legumes e verduras)

Dicas para adaptar a rotina da Luísa com a alimentação
  • Siga rigorosamente os horários da alimentação do seu bebê.
  • Se ainda estiver amamentando, como eu, dê primeiro a alimentação principal e depois o mamá.
  • Se o seu bebê não acordar para o lanche das 10:00, por exemplo, e já for 12:00, dê o almoço para ele e continue a sequencia da alimentação.
  • Dê o suquinho para o seu bebê só depois que ele comer tudinho.
  • Durante o dia, ofereça água para o seu bebê, ele precisa estar hidratado.
  • Controle os horários do seu bebê com um relógio. Hora para brincar, comer, dormir, passear.
  • Não importa aonde esteja, sempre leve com você a alimentação do dia do seu bebê.
  • Respeite o tempo de adaptação do seu bebê com a alimentação, não será na primeira colherada que ele comerá tudinho, mas o segredo é nunca desistir.
  • Associe uma musiquinha com a hora de comer, cante para ele, por exemplo: "Comer, comer..é o melhor para poder crescer...".
Espero ter ajudado vocês com algumas receitas e dicas de alimentação e horários da minha pequena Luísa, mas lembre-se, cada bebê tem a sua particularidade, por isto, procure as orientações do pediatra.

Até a próxima!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

6 Meses de Vida da Luísa - PARABÉNS!

Nossa, como passou rápido, há 6 meses atrás eu estava toda ansiosa para receber a minha filhota Luísa, e no dia 14 de julho de 2010, ás 16:11, ela nasceu, linda, cheia de energia, e ao me ver pela primeira vez abriu os olhinhos e logo depois, para nossa surpresa, ela havia nascido com dois dentinhos, inacreditável, não?



A nossa pequena Luísa nasceu com 3.365kg e com 49cm, toda enrugadinha, mas com uma felicidade estampada nos seus olhinhos. A sua primeira mamada foi impressionante, ela agarrou o meu peitinho e não parou mais, e ninguém precisou ensinar..rs.

E hoje, dia 14 de Janeiro de 2011, a nossa pequena filha Luísa, está completando meio ano de vida, são 6 meses de pura felicidade e que vocês estão tendo a oportunidade de acompanhar conosco aqui no blog. Ela é o nosso maior tesouro, sem dúvida a nossa maior alegria, pensem em um bebê que acorda todos os dias com um imenso sorriso no rostinho, contagiando a todos. Adora passear, conhecer gente nova, brincar, escutar música, comer e dorme como um anjinho. É super carinhosa e nos transmite muita paz e amor.

Agradeço a Deus pela vida da nossa filha, que nos trouxe e nos traz muita paz, alegria e amor. E estaremos fazendo dela, a bebê mais amada deste mundo.

Abraço grande a todos vocês que compartilham conosco o aniversário de 6 meses da nossa gatinha e acompanham o desenvolvimento dela todos os dias!

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Incentive o seu bebê a tomar água!

Olá mamães, como começaram o ano de 2011? A minha pequena Luísa começou o ano de vento em polpa, cheia de energia e novidades no seu desenvolvimento.
Sabemos que os nossos bebês tem uma energia sureal, conseguem recarregar as baterias para o dia inteirinho, e na hora de dormir, ainda querem ficar ligados, não é mesmo? Mas, não podemos esquecer que durante o dia super agitado de brincadeiras, desenhos, músicas, passeios, sonequinha, papinha é super importante que os nossos bebês estejam sempre muito bem hidratados, e para que isso aconteça temos que incentivá-los todos os dias a beber água, e mostrar a eles como é gostoso e divertido.

Com a minha filhota utilizo uma técnica infalível, sempre que vou beber um copo de água, eu a levo no meu colo, e na frente dela tomo o meu copo com água com a melhor boca do mundo, e ainda faço o barulhinho de "hummm", e adivinhem? A minha pequena fica doidinha para experimentar o que eu estou bebendo, e ai é o momento de dar um golinho para ela. Nesta hora, dou a água no copo mesmo, com muito cuidado para ela não engasgar, é uma forma dela beber água bem divertida, afinal ela faz a maior bagunça.
Ela faz muita farra, e não se preocupem, cai mais água no chão e na roupinha deles do que na boquinha, mas a idéia é que os nossos bebês se acostumem a todo momento estar se hidratando, e quando menos esperarmos, eles estarão nos pedindo para beber água ou até mesmo indo até o filtro e se enchendo dela.
Fica a dica e lembre-se que nós mamães somos as maiores responsáveis pelo desenvolvimento dos nossos bebês, e não deixem para depois o que podem fazer hoje, o tempo passa muito rápido e o que tornará os nosso bebês cidadãos dignos é a criação e o apoio que estamos dando para eles hoje, com muito amor e dedicação!

Abraços e até a próxima!

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Receitas e dicas para o seu bebê se desenvolver mais e mais!

Olá mamães, o seu bebê já entrou na fase da comidinha? De brincar sozinho? De falar com os seus brinquedinhos? Se sim, preparei para vocês algumas receitas e dicas para que o seu bebê coma cada vez melhor, durma a noite inteirinha e consiga cumprir as missões do seu dia bem tranquilo e feliz.
Primeiramente o seu bebê precisa entender que a vida dele é uma rotina, isto é, tudo tem horário para acontecer, desta maneira, ele vai associando a hora de comer, de brincar, de tomar banho, de dormir, de passear.

A minha pequena Luísa há muito tempo já entendeu cada fase da sua rotina, e quando eu saio dela, adivinha? Ela me cobra e reclama..rs..parece inacreditável, mas é assim mesmo, por exemplo, nesta semana eu não coloquei ela para tirar uma sonequinha depois da papinha da tarde e deixei ela brincando, mas ela me cobrou, e ficou enjoadinha até que eu entendesse que ela precisava dormir naquela hora e assim eu fiz.
Por experiência, ao longo destes quase 6 meses de vida da minha filhota, tive a certeza que a rotina do bebê precisa ser instituída desde os seus primeiros dias de vida, assim, fica muito mais fácil para nós mamães e para os bebês, entenderem que tudo tem hora para acontecer, como é o caso da  hora de comer.

A minha pequena Luísa iniciou a sua alimentação no mês passado, e está se dando muito bem com a novidade e nem preciso comentar que o seu soninho da noite está cada vez mais gostoso e durando a noite todinha, como consegui isto? Acompanhem abaixo as receitas e dicas:
  • Sempre introduza uma rotina para a vida do seu bebê.
  • Se sair da rotina uma vez ou outra, volte o quanto antes para a rotina dele, ou adapte outra rotina.
  • Não importa aonde esteja com o seu bebê, cumpra e respeite os horários dele.
  • Compre um relógio para o quartinho do seu bebê, assim fica mais fácil controlar os seus horários, e não deixar escapar nenhum momento importante do seu dia a dia.
  • Não substitua refeições, cada uma é super importante para o seu desenvolvimento.
  • Não desista do seu bebê, ou seja, tenha paciência e ajude-o a conquistar cada etapa do seu dia, como por exemplo, comer toda a comidinha do almoço, aprender a sentar, entre outros.
  • Ensine o seu bebê a ser independente, isto é, brincar sozinho, dormir sozinho, segurar a mamadeira, assim ele terá prazer em tentar alcançar cada dia uma nova conquista.
  • Dê muitas gargalhadas com o seu bebê, e mostre como viver é maravilhoso.
  • Tudo o que fizer inclua o seu bebê, se for comer um biscoito por exemplo, dê algo que ele possa comer ou beber ao mesmo tempo, isto fará ele se sentir super crescido..rs.
  • Quando estiver com o seu bebê, dedique-se plenamente a ele. A sua atenção, faz toda a diferença no seu desenvolvimento.
E uma dica importantíssima, tenha muita cautela com o seu bebê, não tente adiantar as etapas para ele, lembre-se que cada bebê é único e tem um desenvolvimento individual, a nossa missão como mamães e educadoras é ajudá-los a se desenvolverem com saúde e muita alegria, cada dia mais e mais!

Então vamos continuar fazendo a nossa missão! Até a próxima!

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Passaporte para o seu bebê..vamos levá-lo para viajar pelo mundo?

Nossa..como o tempo voa, não é? A impressão é que coloco a minha pequena Luísa para dormir e quando ela acorda, tudo está diferente, ela é uma outra neném, e cada vez mais linda, esperta, desenvolvida e temos que ficar atentas para conseguir acompanhar esta energia toda..rs.
O ano de 2011 chegou e com ele muitas coisas novas estarão por vir, dentre elas a primeira viagem internacional da Luísa, uau..esta minha filhota chegou chegando...rs..é isto mesmo, nesta semana fomos até a polícia federal para solicitar o passaporte da nossa pequena, afinal, temos que apresentar este mundão para ela desde cedo e o quanto antes.

No primeiro momento fiquei com muitas dúvidas do que precisaria fazer para tirar o passaporte da minha filhota, mas depois de pesquisar e entender tudinho,  resolvi contar para vocês algumas etapas e dicas preciosas,  para que vocês também possam viajar com o seu bebê para o exterior, acompanhem:
  • Primeiro passo é agendar o quanto antes, no site da polícia federal, a solicitação do passaporte para o seu bebê, e se preparem, no mínimo 2 meses para conseguir - http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte.
  • Se o seu bebê for menor do que 3 anos de idade, é necessário levar: uma foto colorida 5x7, sem data e fundo branco, certidão de nascimento e autorização do papai e da mamãe.
  • Outro ponto que eu não sabia é sobre a validade do passaporte para bebês, e a regra é a seguinte:
    • Bebês de 0 a 1 ano, validade até 1 ano da data da emissão;
    • Bebês de 1 ano, validade até 2 anos da data da emissão;
    • Bebês de 2 anos, validade até 3 anos da data da emissão;
    • Bebês de 3 anos, validade até 4 anos da data da emissão;
    • Bebês de 4 anos em diante, validade até 5 anos da data da emissão, seguindo o prazo normal para todos.
  • A dica acima é importantíssima para que você mamãe e papai estejam cientes se realmente tem uma viagem programada para o exterior com o seu bebê, porque o prazo do passaporte para os nossos bebês é curto, e sem dúvida não podemos vacilar de tirar o passaporte e não viajar, não é mesmo?
  • Poucos sabem, mas não existem filas preferenciais para o atendimento de solicitação do passaporte, apenas para buscá-lo, por isto, se programem e cheguem cedo para evitar ficar com os pequenos muito tempo na fila.
  • Para buscar o passaporte é necessário que o requerente, neste caso o bebê, esteja presente, sem ele, não é possível buscar.
  • O prazo para buscar o passaporte é de até 90 dias a contar da data definida para entrega, caso não seja buscado no prazo, é necessário realizar todo o procedimento novamente, inclusive o pagamento da taxa.
Bem..estas são as dicas sobre o passaporte do seu bebê, a nossa Luísa já tirou o dela e logo logo estarei contando as suas aventuras por este mundão..não percam!

Até a próxima e boa viagem!

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Vamos aprender a nadar?

É isto ai mamães, 2011 chegou e sem dúvida muita coisa boa estará por vir e dentre elas, o desenvolvimento dos nossos bebês, que está cada dia mais acelerado e mais fantástico, não é mesmo? Então já que o tema é ano novo, que tal ensinar os nossos bebês a nadar? A minha pequena Luísa já se mostrou uma amante pela água, a hora do banho é a hora mais esperada para ela, os olhinhos brilham, as mãozinhas não param de mexer e quando chega o grande momento, nossa, é uma festa total e água para todo o lado..rs.

Então, eu e o papai resolvemos fazer um teste com uma "banheira maior", colocamos o maiô na Luísa, passamos o protetor solar nela e fomos direto para o quintal, aonde o papai já a esperava para o primeiro contato com a piscina, nossa, ela não podia acreditar, aquela água toda todinha para ela. Primeiro, colocamos os pezinhos dela na água para acostumar, é muito importante, que o contato do bebê com a água seja bem tranquilo, prazeroso, divertido, para não causar traumas, ela ficou brincando com os pezinhos na água por alguns minutos, até que começou a se interessar em entrar com o corpinho todo na piscina, e depois da contagem regressiva..um, dois, três e já..colocamos a Luísa na "imensa banheira". Uau...se ela já falasse diria algo como "amei, quero mais!". Ela realmente pirou, ficou meio assustada no início, tentando entender o que estava acontecendo, mas logo foi se acostumando e adorando. Que mágico é acompanhar tanta descoberta dos nossos bebês. Ela batia os pezinhos, as mãozinhas e se molhava todinha, uma farra total, até que o papai resolveu colocar ela para boiar, nossa, que sensação de independência, ela ficou boiando, um pouco desconfiada, mas bem tranquila e feliz.

Depois desta experiência emocionante, embrulhei a minha pequena em uma toalha bem quentinha e a levei para tomar um banho bem gostoso. Após o banho, ela mamou e adivinhem? Apagou...igual a gente grande quando volta do clube, sabem? rs..dormiu até o dia seguinte...isto que eu chamo de um relaxamento eficiente..rs.

Agora que a Luísa estará completando 6 meses, irei matricular ela em uma escola de natação para bebês, mas tenho certeza que ela já dará show nas primeiras aulinhas, vocês duvidam?...rs

Até a próxima!